Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de março de 2016

Principais rituais e festas Pataxó

Como a maioria das tribos indígenas, o povo Pataxó possui diversas tradições. Tem o costume de serem guerreiros, lutam para firmar em um lugar e fazer a preservação da língua, história e cultura.

Começamos falando sobre alguns de seus rituais:

TOHÉ

Nos dias de rituais, reúnem todos os índios para dançarem o tohé, que nada mais é do que uma forma de oração coletiva, podendo ser celebrado em momentos tristes e alegres. Unindo assim, idosos e crianças, homens e mulheres. Através do canto e da dança, o povo adquire energias da terra, do ar, da água, do fogo e de todas as energias positivas que formam a natureza.

AWÊ

O Awê significa o amor, a união e a espiritualidade com a natureza. É o mais antigo ritual, ou seja, sempre existiu, ninguém sabe informar quando começou. Englobam coreografias variadas, cada pessoa dança com um sentido determinado.

Os índios da Coroa Vermelha estão resgatando a cultura dos antepassados, mas esse resgate não pode ser mostrado aos não indígenas, “porque tem que ter um segredo do ritual, o segredo é a segurança, um segredo é a resistência de nós como área indígena”. Afirma o líder Nelson Saracura.


RITUAL DA CHUVA

Quem nunca ouviu falar sobre a dança da chuva? Antigamente, os índios mais velhos faziam esse ritual quando estavam precisando dela. Eles faziam amontoados de galhos e folhas e, colocavam fogo. Assim, com a fumaça virando nuvem caía à chuva. Se fizessem de manhã, a chuva cairia de tarde. Por fim, eles faziam o canto de agradecimento.

Vale lembrar, que nos dias 5 e 12 de outubro, eles realizam o ritual da água, que é uma forma de agradecer pela chuva, que é a protetora das colheitas. Ao final do ritual, acontece um banho de lama e água, para purificação do corpo e da mente.


Vamos conhecer agora sobre suas festas:

NAMORO E CASAMENTO

O namoro pataxó é bem discreto, quando um se interessava no outro, eles ficavam se jogando pedrinhas, isso é um sinal que eles já estavam namorando. Quando o índio resolve pedir sua namorada em casamento, ele entrega uma flor, se ela aceitar é porque a resposta foi “sim”.

Depois dessas etapas, os noivos comunicam com suas famílias e o cacique e, começam os preparativos para o casamento, o noivo prepara sua casa e seu roçado. O casamento é realizado pelo cacique, reunindo toda a aldeia. Nesse dia, o noivo carrega uma pedra, representando o peso da noiva, em uma distancia que é determinado pelo cacique e pelos pais dela. Carregar a pedra simboliza a força e a resistência para manter sua família, se ele não conseguir carregar, não haverá casamento.

Chegando ao local da cerimônia, ele coloca a pedra no chão e, realiza a troca de corares, que simboliza a união entre os noivos pataxós. Depois da cerimônia, todos vão comemorar na casa dos noivos, festejarem e beberem caium.


ARSGWAKSÁ

É uma festa comemorativa do aniversario do Projeto Jaqueira, que foi o primeiro projeto implantando em uma aldeia indígena, os índios desta reserva estão envolvidos em um projeto de responsabilidade social. Essa festa inclui apresentações e provas físicas.


FOLIA DE REIS

Na tribo Pataxó, é muito comum relato de folia e esmola do Divino Espírito Santo. Um grupo de foliões chega carregando uma bandeira e se dirige à capela, depois de recolher as esmolas. A reza noturna atrai a população local. 

No lugarejo principal da aldeia, são montadas barracas iluminadas. A sinuca é a principal atração. Crianças e jovens desfilam com suas melhores roupas.

Essa postagem teve como objetivo nos apresentar mais sobre algumas tradições da tribo Pataxó.


Isabela Beltrão.


FONTES: 
Índios Online. Disponível in <http://www.indiosonline.net/a_cultura_do_povo_pataxo_hahahae_1/>
Portal da Cultura Pataxó. Disponível in <Pataxó http://www.mukamukaupataxo.art.br/Rituais-cantos-e-dancas
Blog Jefferson World Trip. Disponível in <http://jeffersonworldtrip.blogspot.com.br/2010/11/feira-internacional-de-artesanato-e.html
Radar 64. Disponível in <http://radar64.com/noticia/tribo-pataxo-e-convidada-para-jogos-mundiais-indigenas_26266.html
Blog Gisele Finatti Baraglio. Disponível in <http://gisele-finatti-baraglio.blogspot.com.br/2013/10/pataxo-rito-e-mito.html>

6 comentários:

  1. Vocês,poderiam pesquisa sobre os índios da aldeia Geru Tucuma Pataxó

    ResponderExcluir
  2. não ajudou,sinto muito

    ResponderExcluir
  3. gostaria de mais contatos com este povo maravilhoso.o pagé da tribo me abençoou.nunca tive 1 paz tao gde!
    marialidiamattos@gmail.com.

    ResponderExcluir